Não está registado? Registe-se para ficar a par das novidades, novos lançamentos e ter acesso à loja online.

Registe-se!

Hugo Pratt

fotoautor-pratt

Hugo Pratt (1927-1995) é unanimemente reconhecido como uma dos maiores desenhadores do mundo. As suas bandas desenhadas, obras gráficas e aguarelas estão expostas nos mais importantes museus, do Grand Palais à Pinacothèque de Paris, sem referir os Vittoriano em Roma, Ca’ Pesaro em Veneza ou Santa Maria della Scala em Sienne.

KEKO

(Desenhador)

fotoautor-Keko

Sob este pseudónimo esconde-se José Antonio Godoy, artista madrileno que deu os seus primeiros passos em revistas como Madriz ou Métal Hurlant. Discípulo de Will Eisner e de Alberto Breccia, este mestre do preto e branco soube desenvolver um estilo próprio caracterizado pelo traço conciso e o uso do negro para criar diferentes atmosferas.

ANTONIO ALTARRIBA

(Argumentista)

fotoautor-altarriba

Escritor, ensaísta e, sobretudo, argumentista reputado, este professor catedrático de Literatura Francesa da Universidade do País Basco obteve, em Espanha, em 2010, o Premio Nacional del Comic com A Arte de Voar, um relato baseado na vida do seu próprio pai, o qual percorre um século da história de Espanha.

CAROLINE DELABIE

(Colorista)

fotoautor-delabie

Curiosa por natureza, Caroline Delabie começou, desde tenra idade, a “meter o nariz” na imensa colecção de BD dos seus pais. É aí que descobre Gaston Lagaffe, Obélix, o Capitão Haddock e Thorgal. Estes, ensinam-na a ler.

E em breve muitos outros moradores da biblioteca se juntam a eles, acompanhando Caroline durante a infância.

XAVIER DORISON

(Argumentista)

fotoautor-dorison

Xavier Dorison nasceu em 1972. Depois de três anos numa escola profissional, durante os quais lançou um Festival de BD, começou a escrever o argumento para o primeiro volume de Troisième Testament (“Terceiro Testamento”) série desenhada por Alex Alice e publicada pela Glénat. Foi um sucesso. Seguiu-se o trabalho com Mathieu Lauffray no primeiro volume da série Prophet (Les Humanoides Associés, 2000), e depois com Christophe Bec na série Sanctuaire (Les Humanoïdes associés, 2001). Xavier Dorison estabeleceu, em muito pouco tempo, um estatuto firme no mundo da banda desenhada franco-belga, um estatuto confirmado com "W.E.S.T." (Dargaud), que escreveu em parceria com Fabien Nury para um dos maiores nomes actuais do realismo, o desenhador Christian Rossi.

RALPH MEYER

(Desenhador)

fotoautor-meyer

Nascido em Paris em 1971, Ralph Meyer era muito novo quando começou a cultivar a sua aptidão e interesse pelo desenho e por histórias. Quando chegou a altura de decidir o que fazer da sua vida, pareceu-lhe natural escolher a banda desenhada. Enquanto insaciável jovem leitor, apreciava o humor de Gaston Lagaffe e as aventuras de Black e Mortimer, bem como os problemas existenciais dos super-heróis vestidos à maneira que povoam as edições mensais de Strange. A sua descoberta do trabalho de Giraud (também Moebius) durante a sua adolescência terá mais tarde uma grande influência no seu próprio trabalho.

Pág. 1 de 2

Prémio melhor desenho 30º AMADORA BD - A Morte Viva

A edição de A MORTE VIVA (Vatine e Varanda) da Ala dos Livros recebeu o Prémio Nacional de Banda Desenhada para Melhor Desenho de Autor Português no 30º AMADORA BD.

Ler mais...